Blog - Now Logistics Group

Importação Direta e Indireta

21/11/2018 | 15:50 Importação Direta e Indireta

As empresas brasileiras importam de duas formas, são elas direta e indireta. A operação direta é realizada através do Radar Siscomex (Habilitação para a importação solicitada junto à Receita Federal) da própria empresa, já a importação indireta conta com a atuação de um intermediário, uma trading company.

Aqui iremos dispor das vantagens e desvantagens dos dois tipos de modalidades.


Importação Direta

Primeiro passo a empresa habilita seu Radar, seguindo é necessário encontrar um fornecedor para a negociação, o indicado é que o fornecedor e o importador mantenham contato para não haver falhas durante o processo de importação, sendo assim é efetuado o pagamento para dar procedimento a coordenação do embarque.

As vantagens da importação direta é a preservação do contato, você cria networking com alguns fornecedores, definindo quais são mais seguros para executar o procedimento de importação, assim tendo uma flexibilidade maior de negociação. Além disso pode ser definida uma logística com margem na redução de custo, gerando um controle maior da operação.

Caso haja uma dificuldade de comunicação, ou o desconhecimento dos procedimentos, como, custos, legislação de importação, as vantagens citadas acima se tornam desvantagens, ocasionando em perda de capital e tempo. Por isso é importante a contratação de um despachante aduaneiro qualificado no mercado.

Importação Indireta

Na importação indireta os passos para importar se assemelham a importação direta, porém quem fica responsável por todos os procedimentos é a trading company. Mesmo tendo uma empresa intermediária assumindo as responsabilidades é necessário que o comprador habilite o radar, para que não haja uma ocultação do sujeito passivo, pois isso para a Receita Federal é considerada uma ação fraudulenta.

Caso seu desejo seja importar por meio de uma trading as vantagens são atuar com alguém que possui conhecimento do mercado internacional executando suas ações, facilitando em alguns processos como, poder de barganha com fornecedores, flexibilidade na comunicação e negociação, conhecimento do mercado fornecedor.

Como desvantagens a empresa tem a perda do controle dos processos de importação, falta de contato direto com os fornecedores, e um aumento de custo com a comissão da trading.


Para que seja feita uma tomada de decisão consciente é necessário que a empresa analise seu modelo de negócio, para que se enquadre a modalidade que trará mais benefícios a mesma.

O conteúdo foi útil para você? Então entre em contato conosco para que possamos tirar outras dúvidas.

© 2018 - Now Logistics Group